porsinal  
Deficiência Auditiva - Conversando com Familiares e Profissionais de Saúde
Publicado em 2005
Pulso Editorial
  Adriane Lima Mortari Moret
  Maria Cecilia Bevilacqua
Pedagogia Saúde

Descrição

O ouvido proporciona informação espacial e temporal; através da captação de som, o ser humano consegue estruturar a linguagem. “Deficiência Auditiva” é dedicado aos pais e instrui o Fonoaudiólogo na atuação com o deficiente auditivo. As organizadoras Maria Cecília Bevilacqua e Adriane Moret expõem as dificuldades na inclusão do surdo num mundo de ouvintes.

O livro dedica um capítulo para permitir ao leitor, de forma didática, um maior conhecimento da anatomia e fisiologia do ouvido. Através de figuras, visualiza-se o ouvido externo, médio e interno e a cóclea. Para que se obtenha uma resposta sobre a saúde auditiva de indivíduos de diferentes faixas etárias, a obra mostra o comportamento normal em relação a estímulos sonoros. Caso a perda auditiva seja constatada, o livro explica passo a passo que medidas devem ser tomadas para o acompanhamento correto. As várias formas de exame, principalmente o de Emissões Otoacústicas, são descritas para que o leitor entenda a medição auditiva.

A obra, também, descreve cada tipo de aparelho auricular. O destaque fica para o Implante Coclear, pois permite a percepção de sons mais agudos e a conquista de maior facilidade com a linguagem oral. As organizadoras tiram todas as dúvidas terapêuticas sobre o implante e indicam o que elege um candidato à cirurgia.

A linguagem é inerente ao homem, por mais que haja dificuldades sensoriais, ele busca caminhos alternativos de cognição. O livro, além de explicar as várias etapas da comunicação, desde o nascimento até o aprendizado pedagógico, guia às vias mais eficientes de desenvolvimento lingüístico em pacientes surdos. O Método Aurioral é proposto ao trabalho fonoaudiólogo para o desenvolvimento das habilidades orais nos deficientes. Entendendo que o tratamento deve ser agradável, as organizadoras ressaltam o papel fundamental da família na reeducação auditiva e mostra como o Fonoaudiólogo deve proceder no consultório.

O livro compreende as dificuldades dos pais de crianças com o distúrbio e fornece suporte literário para que eles enfrentem com afinco essa situação aflitiva, mostrando que o caminho da superproteção não é a melhor maneira de preservar a criança dos obstáculos cotidianos.

Além de trazer propostas pedagógicas para um melhor aproveitamento escolar, “Deficiência Auditiva” deixa a mensagem de que a família é fundamental na formação da criança; sua parceria com o profissional competente torna-se imprescindível na normalização do papel do deficiente auditivo na comunidade.

Da mesma categoria
  • Língua de Sinais - Instrumentos de Avaliação
    Ronice Müller de Quadros Carina Rebello Cruz
  • Ensaios sobre educação: Para pensar o surdo, a LIBRAS, a pedagogia e a fonoaudiologia
    Eduardo de Campos Garcia Maria Carolina Casati Digiampietri Gleidis Roberta Guerra
  • Leitura e escrita no contexto da diversidade
    Ana Claudia Balieiro Lodi Kathryn Marie Pacheco Harrison Sandra Regina Leite de Campos
  •