porsinal  
Projeto GBL4deaf procura jovens voluntários surdos ou com audição reduzida para testarem videojogo
por porsinal     
0 comentário(s)
Terça-feira, 26 de Maio de 2020 às 18:23:25
No âmbito do projeto de investigação “GBL4deaf – Videojogos Educativos Acessíveis a Surdos” o CICANT – Universidade Lusófona — está a desenvolver um videojogo inclusivo que visa estimular as competências matemáticas em jovens surdos e ouvintes do 5º ao 7º ano de escolaridades.

O projeto conta com algumas escolas de referência no ensino do surdo que, como sabido, entraram em confinamento devido ao COVID-19.

Esta contingência leva a dirigirmo-nos a encarregados de educação de jovens que frequentem os anos de escolaridade referidos, de forma a encontrar voluntários disponíveis para jogarem o videojogo e nos ajudarem com a sua opinião.

A participação é voluntária e assegura os princípios de anonimato e confidencialidade dos dados, que serão recolhidos exclusivamente para fins académicos. As sessões de jogo serão, à partida, em modo de videoconferência e nos horários que forem convenientes aos participantes.

O projeto de investigação GBL4deaf — Aprendizagem baseada em jogos para estudantes surdos — tem como objetivo explorar o impacto de um videojogo, na aprendizagem da matemática de alunos surdos e com perda auditiva (DHH) do 2º e 3º ciclo do Ensino Básico.

O projeto inclui o desenvolvimento de um videojogo cujo conteúdo de matemática está intrinsecamente integrado com a jogabilidade.

Os objetivos específicos do GBL4deaf são os seguintes:

  1. Recolher dados das comunidades escolares e historial dos participantes
  2. Avaliar a experiência dos estudantes (UX) no videojogo, desde a sua concepção ao lançamento
  3. Analisar o processo de aprendizagem da matemática em estudantes DHH
  4. Divulgar os resultados a todas as partes interessadas na educação de alunos DHH: decisores políticos, educadores, famílias, associações, media e público em geral.

Para agendamento e mais informação deverá contactar a investigadora Lília Marcelino através do email lilia.marcelino@ulusofona.pt.

V�deo

Coment�rios

Para comentar esta notícia tem de ser um utilizador registado

    Não existem comentários.

× Outras Notícias