porsinal  
ArtigosCategoriasArtigos Científicos
E se eu fosse s/Surda, seria bilingue? O processo de categorizao do mundo da pessoa s/Surda: a perspetiva da lingustica cognitiva
0
Publicado em 2012
Universidade Catlica Portuguesa, Centro Regional das Beiras - Departamento de Letras (Tese para obteno do grau de Doutor em Lnguas e Literaturas Modernas, especialidade em Lingustica e Ensino de Lnguas)
Ana Isabel Pinheiro Silva
  Artigo disponvel em verso PDF para utilizadores registados
Resumo

E se eu fosse s/Surda? um espao mental construdo no mbito da Lingustica Cognitiva que permite um olhar sobre o que ser s/Surdo e como se processa a categorizao do mundo pelo s/Surdo. A Lingustica Cognitiva descreve este matizado de conceitos luz da teoria da categorizao, preferindo um tratamento da linguagem atualizada no uso pragmtico da lngua. Constitumos quatro captulos no enquadramento terico ao longo dos quais revelamos as concees de surdez e da pessoa s/Surda. Questionamo-las a partir da dicotomia deficincia - diferena. Com base no peso do friso cronolgico, apresentamos os paradigmas scio-antropolgico e mdico-teraputico definidores de filosofias de educao de s/Surdos. Propomos uma visita educao de s/Surdos e descrevemos a urgncia de uma educao s/Surda promotora do bilinguismo fundado na mestria de duas lnguas: a Lngua Gestual Portuguesa (LGP) e a Lngua Portuguesa (LP) na modalidade escrita. Esta educao, sustentada em evidncias das neurocincias, pretende-se que capacite o aluno s/Surdo para a literacia emergente, redimensionando as suas mundividncias na plataforma multilingue e multicultural. Propomos a emancipao do s/Surdo pela emancipao da LGP. Neste processo, considermos os Professores de lngua(s) vetores determinantes na promoo da educao para a diversidade. Aplicmos um questionrio, a nvel nacional, estes Professores com o intuito de diagnosticar que lugar ocupam os s/Surdos e a LGP na escola, descrevendo qual o estatuto da LGP para estes docentes. A maioria destes profissionais no reconhece este idioma, tornando a pessoa s/Surda invisvel. O conceito de lngua repensado e reconfigurado pela existncia de lnguas gestuais formalmente reconhecidas. Construmos trs guies de entrevistas realizadas a 21 profissionais distribudos por trs categorias: Formadores/Docentes de LGP s/Surdos, Professores/Educadores da Educao Especial e Audiologistas. Constitumos um tringulo a partir do qual analismos a conceptualizao do mundo a partir da comunidade s/Surda e a partir da comunidade ouvinte: trs formas de conceptualizar a surdez e o ser s/Surdo. A construo e a categorizao do mundo pelo s/Surdo j participam de muitas identidades cosmovises. Se eu fosse s/Surda seria um ser em construo, um espao de amlgama, no qual a LGP constri o mundo de forma diferente da Lngua Portuguesa (LP).

Para aceder ao artigo completo, descarregue o PDF.

Comentrios