porsinal  
ArtigosCategoriasArtigos Científicos
A prioridade dos docentes surdos para ensinar a disciplina lngua brasileira de sinais (LIBRAS) nas instituies de ensino superior aps o decreto 5.626/2005
0
Publicado em 2009
Mestrado em Educao (Conceito CAPES 4). Universidade Federal da Bahia, UFBA, Brasil
Larissa Silva Rebouas
  Artigo dispon�vel em vers�o PDF para utilizadores registados
Resumo

Com esta pesquisa procurei demonstrar que muitos professores ouvintes passaram a ensinar a LIBRAS aps o decreto 5.626/2005. Isto acontece porque muitas pessoas surdas no ultrapassaram o nvel superior de escolaridade. Por outro lado, o decreto estipula a prioridade das pessoas surdas, mesmo aquelas que tm escolaridade de nvel mdio, mas que tm formao comprovada como instrutores de LIBRAS. Um dos objetivos desta pesquisa foi o levantamento da disciplina LIBRAS nas IES de todo Brasil e a partir deste trabalho, procurei estabelecer contato com estas IES e os professores surdos e ouvintes. As IES comearam a oferecer esta disciplina a partir da publicao do decreto, mas passaram a contratar professores ouvintes por no conhecer o perfil profissional de muitos surdos habilitados a ensinar LIBRAS com formao de instrutores ou de professores graduados e psgraduados. O levantamento das IES que j oferecem a disciplina foi feito por regio. Na primeira parte desta dissertao, trato da minha prpria trajetria pessoal de aprendizagem da LIBRAS, tanto a nvel de instrutora e agente multiplicador, bem como do meu exerccio profissional como professora nas IES. A seguir, exponho importantes referenciais tericos que diferenciam a Surdez da deficincia auditiva, uma vez que as pessoas surdas tm uma cultura e uma identidade prprias. Na sesso seguinte, evidencio os referenciais legais que estabelecem o reconhecimento da LIBRAS como lngua da comunidade surda e a prioridade das pessoas surdas para o ensino desta lngua. A quarta parte desta dissertao, informa os resultados da minha investigao sobre o ensino da LIBRAS que realizei com a participao de alunos, professores surdos e ouvintes. Nas consideraes finais, retomo o problema da prioridade do exerccio docente para os surdos, apontando solues possveis para os problemas identificados a partir das opinies de alunos e professores.

Para aceder ao artigo completo, descarregue o PDF.

Coment�rios