porsinal  
DestaquesListagemReportagens
A música encantada da língua gestual
por porsinal     
0 comentário(s)
Terça-feira, 01 de Março de 2016 às 19:21:39
A artista Christine Sun Kim nasceu surda, e ensinaram-lhe que o som não fazia parte da vida dela, que era uma coisa para as pessoas que ouvem. Através da arte, descobriu semelhanças entre a Língua Gestual Americana e a música, e percebeu que o som não tem que ser percecionado apenas pelos ouvidos, pode ser sentido, visto e vivido como uma ideia. Nesta palestra cativante, convida-nos a abrir os olhos e os ouvidos e a participar do rico tesouro da língua visual.

Christine Sun Kim utiliza o som através da tecnologia e conceptualismo na arte, uma vez que permite que ela tenha uma ligação mais direta com a sociedade em geral.

Ela racionaliza e reformula o seu relacionamento com o som e línguas faladas usando a voz do público como a sua própria voz,  conduzindo um grupo de pessoas a usar a língua gestual com movimentos faciais (em vez de som), compondo partituras visuais com língua gestual e símbolos musicais.

Estas experiências são feitas para levantar questões quanto à propriedade dos sons, explorar línguas orais como moeda social, desconstruir ideias pré-concebidas sobre o silêncio, e acima de tudo, desaprender o cerimonial sonoro.

Vídeo

Comentários

Para comentar esta reportagem tem de ser um utilizador registado

    Não existem comentários.

× Outras Reportagens

Quinta-feira, 29 de Novembro de 2018 às 11:54:11
Charles Michel de l'Epée, o pai da educação pública para surdos