porsinal  
Professor é o primeiro mestre surdo de universidade federal
por porsinal     
0 comentário(s)
Segunda-feira, 30 de Julho de 2018 às 00:50:09
Hamilton já era o primeiro professor surdo concursado na Universidade Federal do Amazonas; docente teve sua dissertação aprovada no fim de março.

Pereira coordena o curso de Letras (Libras) da universidade em Manaus. Ele foi o primeiro aluno surdo a conquistar o título de mestre no Programa de Pós-Graduação em Sociedade e Cultura da Amazônia (PPGSCA).

A sua dissertação “A Interpretação da Amazônia na Língua Brasileira de Sinais – Libras: um estudo de caso no PPGSCA” desenvolveu cerca de 50 sinais em Libras para explicar a teoria da complexidade de Edgar Morin.

A surdez do professor surgiu após contrair meningite. Ele relembra seus tempos difíceis de escola. “Não havia intérpretes, nada era acessível e eu sequer sabia escrever. Sentia-me muito sozinho. Só quando ingressei no supletivo (Ceja), em 1996, consegui progredir, já pensando no ensino superior”.

O vestibular foi outro desafio para ele. “Inscrevi-me na prova e chamei um intérprete para me auxiliar, mas o coordenador da faculdade desconhecia a lei 10.436/2002, que me dava direito ao intérprete e não o aceitou. Foi frustrante”, conta. Ele só conseguiu ingressar no curso de pedagogia posteriormente, em 2010, junto com outros 13 surdos.

Olhando agora, me sinto cada vez mais feliz, pois o mestrado e a educação em geral abriram portas que nunca imaginava --e hoje vários amigos e familiares têm orgulho do que conquistei”, desabafa Pereira. “Infelizmente, a sociedade ainda enxerga o surdo como um ‘coitado’, mas agora, sendo formado e mestre, sinto uma satisfação indescritível”.

Vídeo

Não existe video associado.

Comentários

Para comentar esta notícia tem de ser um utilizador registado

    Não existem comentários.

× Outras Notícias

Sexta-feira, 21 de Setembro de 2018 às 10:18:24
Libras será disciplina obrigatória na rede de ensino