porsinal  
Pedrógão Grande. As intérpretes de língua gestual que foram as rainhas do concerto solidário
por porsinal     
0 comentário(s)
Sexta-feira, 30 de Junho de 2017 às 03:18:01
Levaram a missão à risca durante as atuações de terrça-feira à noite e para além de interpretarem as letras de cada música, sorriram e dançaram. Ninguém ficou indiferente.

Foram vinte e cinco os artistas que participaram no concerto solidário na terça-feira, dia 27, pelas vítimas do fogo de Pedrógão Grande. O espetáculo teve lugar no Meo Arena e foi transmitido por SIC, TVI e RTP.

Num canto do ecrã, todas as estações televisivas contaram com a presença de uma intérprete de língua gestual. O desempenho destas protagonistas inesperadas de uma noite de emoções foi rapidamente elogiado nas redes sociais.

Achei maravilhoso. Estava literalmente muito emocionada e estava a tentar traduzir todos os artistas e todas as emoções deles com as minhas”, disse Paula Teixeira que é funcionária da TVI, estação televisiva de Queluz de Baixo.

Perante as inúmeras músicas, a letra teria de estar ensaiada para tudo sair impecável durante cada atuação, mas Paula Teixeira garante que o espetáculo foi preparado num curto espaço de tempo que não deixou margem para a devida preparação. “Não conhecia muitas das músicas porque foi tudo em cima do acontecimento. Tive acesso às músicas pouco tempo antes, mas fui tentar perceber o conceito de cada uma e o que queriam dizer para eu puder passar da forma mais digna”, explicou.

As reações positivas às interpretações rapidamente se espalharam pela internet. O que surpreendeu Paula Teixeira: “As pessoas gostaram muito e acho que deram um bocadinho mais de atenção. Os intérpretes normalmente são um pouco esquecidos, mas desta vez todos se juntaram perante esta causa e acho que as pessoas se sensibilizaram um pouco mais ao saber que é possível passar a arte pela língua gestual e a música através das nossas mãos”.

A intérprete gestual está na TVI há 17 anos, desde o início do extinto programa infantil Batatoon, e explicou que não é preciso lidar com a limitação da fala ou audição no meio familiar ou entre amigos, para se ganhar gosto pela área. “Não tenho ninguém na família que seja surda. Na altura estava a tirar o curso de educadora de infância porque queria trabalhar na parte da educação especial, mas depois apaixonei-me pela língua gestual e foi realmente muito bom".

O concerto solidário “Juntos por Todos”, que reuniu cerca 14 mil pessoas, angariou um total de um milhão e 153 mil euros, cujas receitas vão reverter para as famílias afetadas pelo incêndio que se viveu há duas semana no concelho de Pedrógão Grande.

Fonte: jornal i

Vídeo

Não existe video associado.

Comentários

Para comentar esta notícia tem de ser um utilizador registado

    Não existem comentários.

Compre aqui na plataforma porsinal o novo livro de Isabel Correia !
× Outras Notícias

Quarta-feira, 19 de Julho de 2017 às 02:21:59
Jogos Surdolímpicos: Cerimónia imponente abriu a competição