porsinal  
Descortinando o Mundo das Imagens: Possibilidades do comunicar-se entre a criança ouvinte e surda no espaço de jogo
Publicado em 2011
Editora CRV
  Mirian Zanandrea
  Maria Helena da Silva Ramalho
Educação

Descrição

O livro Descortinando o Mundo das Imagens: Possibilidades do comunicar-se entre a criança ouvinte e surda no espaço de jogo, procura reunir informações acerca de reflexões suscitadas no nosso cotidiano. Algumas situam-se no polo prático e nele se resolvem; outras, no polo teórico, cuja busca de respostas evocam outras perguntas. Outras, ainda, adormecem no campo simbólico, principalmente por necessitarem de constatações e evidências.

Para descortinarmos o mundo das imagens, perguntamos: como se expressa a competência interpessoal da criança ouvinte a partir da comunicação estabelecida pelas interações com a criança surda num programa de atividade motora? E para responder a essa questão buscamos os pressupostos da teoria da competência interpessoal (L'ABATE, 1994), tanto para a descrição quanto a compreensão da criança surda e ouvinte em desenvolvimento.

A obra possibilitanos examinar as implicações através de uma abordagem teórica no paradigma ecológico transacional significando a troca bidirecional entre dois sujeitos que é observada pelo outro indivíduo examinando o comportamento de interação.

Apresentam-se aqui algumas considerações que acreditamos ser pertinentes à reflexão, de modo a permitir uma compreensão mais clara de sua importância e do seu significado, facilitando conduzir em caminhos possíveis que nos levem aos mistérios revelados no processo do comunicar-se entre a criança ouvinte e surda no espaço de jogo. Dessa forma, temos como suposição que a comunicação construída através das interações estabelecidas entre a criança ouvinte e a surda durante a realização de atividades lúdicas no espaço de jogo, contribuem para o processo de desenvolvimento da competência interpessoal da criança ouvinte. Assim, os profissionais e acadêmicos terão condições de compreender os princípios que permeiam o fenômeno da surdez, construído através da comunicação dialógica ouvinte/surdo, transformando conceitos historicamente formulados na sociedade sobre a identidade surda. Importante contribuição para o planejamento de programas de intervenção, e dessa forma auxiliar nas relações interpessoais, na aproximação e presença de respostas, no desenvolvimento e nas aprendizagens da criança surda e ouvinte para fortalecer o estabelecimento dos processos inclusivos nos diferentes contextos sociais.

Da mesma categoria
  • Libras
    Maria Auxiliadora Baggio Maria Da Graça Casa Nova
  • Escrita das Línguas Gestuais
    Marianne Rossi Stumpf
  • Atendimento Educacional Especializado do Aluno com Surdez
    Carla Barbosa Alves Mirlene Ferreira Macedo Damazio
  •