porsinal  
A Inclusão na Universidade: as pessoas com deficiência e novos caminhos pedagógicos
Publicado em 2016
Editora Prismas
  Elizabete Cristina Costa-Renders
Educação Pedagogia

Descrição

A inclusão na universidade: as pessoas com deficiência e novos caminhos pedagógicos trata da transversalidade da educação especial na educação superior de forma criativa e inovadora. A partir da experiência como assessora pedagógica para inclusão na universidade, a autora apresenta quinze crônicas comentadas que retratam a inclusão educacional de pessoas com deficiência a partir das narrativas de diferentes sujeitos: estudantes, professores, intérpretes de Libras, técnicos, visitantes e gestores. Embora parta do cotidiano da universidade, o texto traz contribuições para a atuação dos profissionais em diferentes níveis de ensino. Por um lado, com leveza, brevidade, densidade, sensibilidade e humor, as crônicas narram toda a complexidade do movimento inclusivo no cotidiano de uma instituição educacional. Por outro lado, ao comentar cada crônica, a autora toma em perspectiva os saberes, fazeres, valores e emoções pertinentes à construção de uma rede de apoio para a inclusão educacional.As rotas dos sujeitos destacam os percursos dos estudantes com deficiência, onde as condições de acessibilidade física, comunicacional e atitudinal indicarão a relevância do modelo social de deficiência no campo educacional. A Gestão dos processos considera a construção das condições de acesso e permanência na instituição educacional e apresenta as dinâmicas próprias da inserção dos conhecimentos da educação especial na educação regular. Tais processos, num movimento de ação intersetorial e de políticas integradas, apontam tanto para o reconhecimento de novos saberes (língua de sinais, Braile, tecnologia assistiva, etc.) quanto para a importante parceria entre os diferentes profissionais na instituição educacional (intérpretes de Libras, brailistas, professores generalistas e especialistas, etc.). As ecologias: saberes, temporalidades e reconhecimentos, por sua vez, destacam a presença/reivindicação das pessoas com deficiência na educação superior e narram as possibilidades de alargamento dos espaços e tempos de aprendizado, bem como da convivência na instituição educacional.

Este livro considera, portanto, a ampliação das possibilidades epistemológicas a partir do rompimento com o sujeito e o saber universal e com a teoria geral que os sustenta. Tal ampliação exige inversões, a começar pelo entendimento de que tanto a capacidade quanto a incapacidade podem ser resultantes das condições de acessibilidade física, comunicacional e atitudinal oferecidas aos sujeitos nos diferentes ambientes, inclusive, os educacionais. Avança, então, rumo à eliminação de barreiras na universidade.

Da mesma categoria
  • Para Uma Gramática da Língua Gestual Portuguesa
    Maria Augusta Conde Amaral Amândio Coutinho Maria Raquel Delgado Martins
  •