porsinal  
AutoresListagemEspecialistas
Filipe Venade de Sousa
Filipe Venade de Sousa
Jurista
Biografia do Autor
Filipe Venade de Sousa
Filipe Venade de Sousa
Jurista

Nascido no Porto, Filipe Venade de Sousa concluiu a sua Licenciatura em Direito no ano de 2009, pela Universidade Lusíada do Porto, e o seu Mestrado em Direito com Especialização em Direitos Humanos, no ano de 2012, pela Universidade do Minho, com a Tese de Mestrado intitulada “Os Direitos das Pessoas Surdas como uma questão de Direitos Humanos: sem Língua Gestual, não existem direitos humanos!”. Tendo um papel ativo no movimento associativo e consequentemente na luta em prol dos direitos e interesses das Pessoas Surdas e pela Língua Gestual Portuguesa como um direito fundamental, destaca-se que Filipe Venade de Sousa desempenha presentemente os cargos de Presidente da Mesa da Assembleia Geral da Federação Portuguesa das Associações de Surdos, de Presidente do Conselho Fiscal da Associação de Surdos do Porto e de Presidente da Mesa da Assembleia Geral da Associação de Monitores e Formadores Surdos de Língua Gestual. Para além destes cargos, salienta-se também a sua participação e colaboração em diversos eventos no âmbito de temas relevantes para e sobre a Comunidade Surda e a Língua Gestual Portuguesa.

×
Estatsticas de Publicao do Autor
Filipe Venade de Sousa
Filipe Venade de Sousa
Jurista
1 Artigos Cient�ficos publicados
×

Artigos Científicos de Filipe Venade de Sousa

Como autor(a) principal

  • 2019 • Medi@es. Revista Online da Escola Superior de Educao do Instituto Politcnico de Setbal. Vol 7, n. 1, p. 18-27
    Breves notas a propsito de idiossincrasias culturais da Lngua Gestual Portuguesa
    Resumo do Artigo Científico

    Medi@es. Revista Online da Escola Superior de Educao do Instituto Politcnico de Setbal. Vol 7, n. 1, p. 18-27  •  por Filipe Venade de Sousa
    Breves notas a propsito de idiossincrasias culturais da Lngua Gestual Portuguesa

    Este artigo tem como objetivo esclarecer o sentido e alcance das idiossincrasias culturais da Língua Gestual Portuguesa as quais consistem em afirmar a sua condição de bússola permanente da raison d’être da personalidade sociocultural da Comunidade Surda enquanto tal; e para entender, ainda, a realidade integradora da Língua Gestual Portuguesa enquanto expressão cultural, constitucionalmente reconhecida, inerente à consideração do património cultural imaterial integradora da comunidade minoritária. Analisando, aos olhos da multifuncionalidade dos paradigmas jurídicos e sociais, os elementos confirmativos relativos ao tema em apreço.

    ×
  • Como co-autor(a)

    Sem artigos científicos inseridos.
    Outros Especialistas
  • Luísa Gonçalves
    Lusa Gonalves
    1 artigos científicos
  • Alessandra Franzen Klein
    Alessandra Franzen Klein
    2 artigos científicos
  • Rafaela Cota Silva
    Rafaela Cota Silva
    2 artigos científicos
  • Vanessa de Oliveira Dagostim Pires
    Vanessa de Oliveira Dagostim Pires
    1 artigos científicos
  • Teófilo Galvão Filho
    Tefilo Galvo Filho
    3 artigos científicos
  • Bruna da Silva Branco
    Bruna da Silva Branco
    2 artigos científicos
  • Cássia Geciauskas Sofiato
    Cssia Geciauskas Sofiato
    1 artigos científicos
  • Flávia Machado
    Flvia Machado
    6 artigos científicos
  • Carilissa Dall ´Alba
    Carilissa Dall Alba
    1 artigos científicos
  • Cíntia Moralles Camillo
    Cntia Moralles Camillo
    1 artigos científicos
  •