porsinal  
AutoresListagemEspecialistas
Joana Morêdo Pereira
Joana Morêdo Pereira
Int.LGP/Investigador
Biografia do Autor
Joana Morêdo Pereira
Joana Morêdo Pereira
Int.LGP/Investigador

Joana Pereira é licenciada em Tradução e Interpretação de Língua Gestual Portuguesa (LGP) (2005) e Mestre em LGP e Educação de Surdos (2008).

É doutoranda em Línguas Literaturas e Culturas, e encontra-se a realizar investigação na área da Cultura Surda.

Trabalha como intérprete/tradutora de LGP há 10 anos: em diversos contextos com a Comunidade Surda, em Educação, e na Universidade Católica de Lisboa, onde também foi docente assistente. Tem participado em diversos programas de formação em línguas gestuais: EUA, Suécia e Itália.

Os seus interesses de investigação são Estudos Culturais (Minorias), Interpretação e Línguas Gestuais. Possui trabalho publicado sobre Cultura Surda, Interpretação de LGP e Linguística das Línguas Gestuais.

×
Estatísticas de Publicação do Autor
Joana Morêdo Pereira
Joana Morêdo Pereira
Int.LGP/Investigador
4 Artigos Científicos publicados
×

Artigos Científicos de Joana Morêdo Pereira

Como autor(a) principal

  • 2012 • Castro-Caldas, A. & Ferreira Martins, F. (eds). Cadernos da Saúde, Nº2, Vol. IV: 65-70. Instituto de Ciências da Saúde, Universidade Católica Portuguesa. Lisboa, Portugal
    Cultura Surda - a bandeira de um povo dentro de outro
    Resumo do Artigo Científico

    Castro-Caldas, A. & Ferreira Martins, F. (eds). Cadernos da Saúde, Nº2, Vol. IV: 65-70. Instituto de Ciências da Saúde, Universidade Católica Portuguesa. Lisboa, Portugal  •  por Joana Morêdo Pereira
    Cultura Surda - a bandeira de um povo dentro de outro

    Desconstruir a representação da pessoa Surda como indivíduo inacabado, inferior e incapacitado pela falta da audição permite apresentar ao público ouvinte uma realidade totalmente inversa, rica e surpreendente. Afinal, a pessoa Surda com “S” maiúsculo é alguém com um sentido de pertença a uma comunidade minoritária, orgulhoso falante de uma língua que se move no espaço e desenha ideias, opiniões e sentires que nos chegam pelos olhos. Afinal, os espaços onde estes indivíduos se movem detêm valores e padrões comportamentais próprios - a cultura Surda, a bandeira que a comunidade Surda empunha na constante luta pelo acesso à igualdade de direitos. Apresentamos a fundo os resultados deste estudo qualitativo, onde se analisa o papel da Língua Gestual Portuguesa (LGP) e da cultura Surda na forma como se iniciam as relações de amor, campo fértil para manifestações linguísticas e culturais. Inquirimos 10 jovens Surdos sobre o modo como pensam a amizade e o amor romântico e os dados recolhidos revelaram posições de soberbo interesse quanto à escolha de amigos ou parceiros românticos. O requisito máximo é uma atitude de abertura para com a diversidade e de respeito para com a cultura Surda, os seus valores e língua.

    ×
  • 2010 • Mertzani, M. (ed). Sign Language Teaching and Learning. Papers from the 1st Symposium in Applied Sign Linguistics. (Ensino e Aprendizagem das Línguas Gestuais. Artigos do 1º Simpósio em Linguística Aplicada das Línguas Gestuais). Pp: 93-101. Centre for Deaf Studies. (Centro de Estudos Surdos). Bristol. UK
    Análise Diacrónica em Língua Gestual Portuguesa (LGP): O caso da Família
    Resumo do Artigo Científico

    Mertzani, M. (ed). Sign Language Teaching and Learning. Papers from the 1st Symposium in Applied Sign Linguistics. (Ensino e Aprendizagem das Línguas Gestuais. Artigos do 1º Simpósio em Linguística Aplicada das Línguas Gestuais). Pp: 93-101. Centre for Deaf Studies. (Centro de Estudos Surdos). Bristol. UK  •  por Joana Morêdo Pereira
    Análise Diacrónica em Língua Gestual Portuguesa (LGP): O caso da Família

    Este artigo pretende apresentar um estudo piloto sobre a variação diacrónica em Língua Gestual Portuguesa (LGP), focalizando-se no campo semãntico da família. A recolha de dados efectuou-se por meio de inquéritos feitos junto de sujeitos Surdos de várias faixas etárias, desde crianças até cidadãos idosos. Os resultados deste estudo serão integrados numa base de dados cujo objectivo será o de registar a diacronia em LGP em vários campos semânticos, constituindo uma construção pioneira da etimologia da LGP.

    ×
  • 2008 • Castro-Caldas, A. & Ferreira Martins, F. (eds). Cadernos da Saúde, Nº2, Vol. I:191-197. Instituto de Ciências da Saúde, Universidade Católica Portuguesa. Lisboa, Portugal
    Amor Surdo: realidade cultural? O papel da Língua Gestual Portuguesa e da Cultura Surda no comportamento afectivo de 10 jovens Surdos
    Resumo do Artigo Científico

    Castro-Caldas, A. & Ferreira Martins, F. (eds). Cadernos da Saúde, Nº2, Vol. I:191-197. Instituto de Ciências da Saúde, Universidade Católica Portuguesa. Lisboa, Portugal  •  por Joana Morêdo Pereira
    Amor Surdo: realidade cultural? O papel da Língua Gestual Portuguesa e da Cultura Surda no comportamento afectivo de 10 jovens Surdos

    A cultura Surda, conceito que abarca a visão que os membros das comunidades linguísticas minoritárias Surdas detêm de si mesmos e do mundo, é um conceito recente na comunidade científica internacional. Em Portugal ainda se perspectiva muito a surdez na sua dimensão biológica, por meio de uma concepção patológica baseada na ausência ou diminuição do sentido da audição. Esta não corresponde à visão que as pessoas Surdas têm de si próprias. Este trabalho apresenta a pessoa Surda como um indívíduo que se concebe a si mesmo como experienciando uma existência positiva, com uma língua e cultura destacadas das da maioria populacional. O papel do amor nas vidas humanas é o de tecer laços afectivos entre os indivíduos, construindo redes relacionais que se tornam no tecido cultural e social em que vivemos. Neste estudo qualitativo analisa-se o papel que a Língua Gestual Portuguesa (LGP) e a cultura Surda têm no florescimento das relações de amor que ocorrem na vida de 10 jovens Surdos e o modo como os sujeitos pensam a amizade e o amor romântico. A informação recolhida através de inquéritos por questionário aos participantes revela que, na escolha de potenciais amigos ou parceiros românticos, uma atitude de abertura para com a diversidade e de respeito para com a cultura Surda, os seus valores e língua é, para eles, determinante.

    ×
  • Como co-autor(a)

  • 2009 • Cadernos de Saúde, Vol. 2 - Número especial de Línguas Gestuais
    Juntando mais peças ao puzzle do léxico da LPG: Três estudos pilotos
    Resumo do Artigo Científico

    Cadernos de Saúde, Vol. 2 - Número especial de Línguas Gestuais  •  por Joana Morêdo Pereira
    Juntando mais peças ao puzzle do léxico da LPG: Três estudos pilotos

    O principal objectivo deste artigo foi apresentar as várias peças que compõem o puzzle do léxico da Língua Gestual Portuguesa (LGP) – a polissemia, a especialização linguística das formas e a história dos gestos através do tempo – demonstrando como essas peças se emolduram no mecanismo linguístico da criatividade humana e da evolução dinâmica das línguas, enquanto factores privilegiados de expressão cultural.

    ×
  • Livros de Joana Morêdo Pereira

    Outros Especialistas
  • Reginaldo Aparecido Silva
    Reginaldo Aparecido Silva
    1 artigos científicos
  • Renato Dente Luz
    Renato Dente Luz
    7 artigos científicos
  • Élida Rafisa
    Élida Rafisa
    6 artigos científicos
  • Eudenia Magalhães Barros
    Eudenia Magalhães Barros
    3 artigos científicos
  • Carla Damasceno de Morais
    Carla Damasceno de Morais
    2 artigos científicos
  • Silmara Cristina Pasetto Corrêa
    Silmara Cristina Pasetto Corrêa
    2 artigos científicos
  • Mariana Araguaia de Castro Sá Lima
    Mariana Araguaia de Castro Sá Lima
    1 artigos científicos
  • Nídia Limeira de Sá
    Nídia Limeira de Sá
    3 artigos científicos
  • Juliana da Silva Bezerra
    Juliana da Silva Bezerra
    3 artigos científicos
  • Gisele Iandra Pessini Anater Matos
    Gisele Iandra Pessini Anater Matos
    1 artigos científicos
  •