porsinal  
AutoresListagemEspecialistas
Flávia Roldan Viana
Flávia Roldan Viana
Fonoaudióloga
Biografia do Autor
Flávia Roldan Viana
Flávia Roldan Viana
Fonoaudióloga

Aluna do Curso de Mestrado acadêmico em Educação da Universidade Estadual do Ceará - UECE. Possui graduação em Fonoaudiologia (1996), em Serviço Social (1997), e Licenciatura em Biologia (2003), especialização em Educação Especial (1998) e também em Desenvolvimento Infantil (1999) pela Universidade Federal do Ceará; especialização em Metodologia do ensino em Biologia pela Faculdades Farias Brito. Proficiente em LIBRAS- Língua Brasileira de Sinais pelo MEC. Atualmente é professora da Faculdade Integrada da Grande Fortaleza, da Universidade do Vale do Acaraú, da FATECI e fonoaudióloga do Centro de Referência em Educação e Atendimento Especialização do Ceará. Tem experiência na área da educação, com ênfase em Educação Infantil para surdos.

×
Estatísticas de Publicação do Autor
Flávia Roldan Viana
Flávia Roldan Viana
Fonoaudióloga
4 Artigos Científicos publicados
×

Artigos Científicos de Flávia Roldan Viana

Como autor(a) principal

  • 2012 • 3º Simpósio Internacional de Pesquisa em Educação Matemática, Fortaleza. Anais do 3º SIPEMAT, v.1
    O ensino de matemática para alunos com surdez
    Resumo do Artigo Científico

    3º Simpósio Internacional de Pesquisa em Educação Matemática, Fortaleza. Anais do 3º SIPEMAT, v.1  •  por Flávia Roldan Viana
    O ensino de matemática para alunos com surdez

    Com este texto, pretendemos levantar uma discussão acerca da literatura que está sendo produzida em torno do ensino de Matemática para alunos com surdez. Esta discussão é parte de um projeto maior em que se objetiva intervir na formação de professores que ensinam matemática para alunos surdos. A literatura demonstra que há ainda um longo caminho a ser percorrido para que se consiga efetivamente levar o surdo a construir o seu conhecimento matemático.

    ×
  • 2012 • In Maria Guiomar Carneiro Tommasiello; Alda Junqueira Marin; Selma Garrido Pimenta; Luiz Marcelo de Carvalho; José Cerchi Fusari. (Org.). Didática e Práticas de Ensino na Realidade Escolar Contemporânea: Constatações, Análises e Proposições. 1ed.: Junqueira&Marin Editores, v.3, p. 4136-4147
    Avaliação bilíngue no atendimento educacional especializado para crianças com surdez
    Resumo do Artigo Científico

    In Maria Guiomar Carneiro Tommasiello; Alda Junqueira Marin; Selma Garrido Pimenta; Luiz Marcelo de Carvalho; José Cerchi Fusari. (Org.). Didática e Práticas de Ensino na Realidade Escolar Contemporânea: Constatações, Análises e Proposições. 1ed.: Junqueira&Marin Editores, v.3, p. 4136-4147  •  por Flávia Roldan Viana
    Avaliação bilíngue no atendimento educacional especializado para crianças com surdez

    Na prática pedagógica do Atendimento Educacional Especializado – AEE observou-se que o desenvolvimento da linguagem por crianças ouvintes e surdos é diferenciado, em virtude da modalidade linguística, apesar de passar por etapas semelhantes. Por isso nosso objetivo foi o de elaborar, não adaptar do português, um instrumento para a avaliação da linguagem na língua de sinais, devido o fato de ambas as línguas se realizarem em diferentes modalidades, respectivamente oral e viso espacial. A pessoa com surdez faz uso de uma língua distinta da língua da maioria dos ouvintes – a Língua Brasileira de Sinais (Libras) – apesar de não ser extensiva a todos os sujeitos com surdez, também podem apresentar diferentes níveis no que diz respeito ao domínio e conhecimento da língua. Esta pesquisa, caracterizada como exploratória descritiva classifica-se como um estudo de caso, pois propõe a elaboração e a aplicação de um instrumento para avaliar a linguagem de crianças com surdez, e também a análise do próprio instrumento quanto à sua aplicabilidade e eficiência, configurando-se em uma pesquisa ação. A avaliação bilíngue, elaborada com base na linguagem imagética, tem, no signo visual o ponto forte no processo de ensino e aprendizagem e, um caráter lúdico e de fácil compreensão. Por meio da aplicação do instrumento de avaliação proposto, foi constatado que ao caracterizar o nível de linguagem de cada aluno pudemos traçar ações pedagógicas específicas a cada um, contribuindo para o desenvolvimento da linguagem desse alunado, visando melhora no desempenho da linguagem compreensiva e expressiva. Se de fato defendemos uma proposta de reabilitação que valorize a comunicação visual e privilegie a construção do conhecimento pelo respeito à língua e as diferenças, é preciso que sejam produzidas propostas metodológicas condizentes a tais ideias.

    ×
  • 2011 • XIII Conferência InterAmericana de Educação Matemática, CIAEM-IACME, Recife, Brasil
    A construção dos conceitos matemáticos na educação de alunos surdos: o papel dos jogos no processo de ensino e aprendizagem
    Resumo do Artigo Científico

    XIII Conferência InterAmericana de Educação Matemática, CIAEM-IACME, Recife, Brasil  •  por Flávia Roldan Viana
    A construção dos conceitos matemáticos na educação de alunos surdos: o papel dos jogos no processo de ensino e aprendizagem

    O objetivo desse estudo incide em sistematizar ações pedagógicas atreladas às perspectivas de uma pedagogia visual, em suas interfaces com a educação de surdos, apresentando possibilidades da construção dos conceitos matemáticos com a utilização de jogos, favorecendo a aprendizagem por meio de aulas prazerosas, criativas, contextualizadas, e que respondam as necessidades específicas dos aprendizes, com o fim de investigar os significados das experiências visuais; Métodos: A pesquisa tem característica exploratória e qualitativa. Amostra composta de 08 alunos, faixa etária de 12 a 16 anos, em atendimento educacional especializado em um núcleo de Fortaleza. Resultados: Com a utilização de jogos foi possível facilitar a construção dos conceitos matemáticos, verificando um maior envolvimento destes com o conhecimento apresentado. Conclusões: O uso de recursos visuais propõe uma mudança significativa na prática dos educadores que pretendem, de fato, ensinar matemática para alunos surdos, pois investe na percepção visual, imprescindível para a sua aprendizagem.

    ×
  • Como co-autor(a)

  • 2011 • XX Encontro de Pesquisa Educacional do Norte e Nordeste, MANAUS. Anais do XX EPENN. Manaus: Valer. v. 2
    O material dourado e a Escala de Cuisenaire na adição dos números naturais com alunos surdos
    Resumo do Artigo Científico

    XX Encontro de Pesquisa Educacional do Norte e Nordeste, MANAUS. Anais do XX EPENN. Manaus: Valer. v. 2  •  por Flávia Roldan Viana
    O material dourado e a Escala de Cuisenaire na adição dos números naturais com alunos surdos

    A educação infantil para surdos ganha espaço no âmbito educacional ao propor a todas as crianças crescimento individual; pressupondo a existência de uma proposta pedagógica que tenha como eixo o brincar e o papel mediador do educador, atento para que as estratégias educativas sejam adequadas e contextualizadas, assegurando um saber com real significado, e a construção do conhecimento. A nossa proposta é um estudo teórico voltado para o uso de jogos no ensino de matemática para alunos surdos, utilizando o Material Dourado e a Escala de Cuisenaire na operação de adição dos números naturais, referendadas na Teoria Histórico-cultural da Atividade. A utilização destes materiais favorece a criança surda as representações (espacial e quantitativa) para desvendar e compreender o processo aditivo dos números naturais, em decorrência da interpretação visual da informação que lhe é apresentada e aliada às ações desenvolvidas, que irão se modificar em operações e, posteriormente, transformar-se-ão em hábitos ou habilidades, conforme pontua a Teoria da Atividade. O trabalho da adição com estes materiais pedagógicos possibilita a construção e compreensão do conceito pela criança surda, por meio de recursos visuais e algoritmos, desenvolvendo sua criatividade e as linguagens viso espacial e matemática.

    ×
  • Outros Especialistas
  • Regina Maria Russiano Mendes
    Regina Maria Russiano Mendes
    1 artigos científicos
  • Danielle Sousa
    Danielle Sousa
    4 artigos científicos
  • Ana Paula Jung
    Ana Paula Jung
    3 artigos científicos
  • Renato Dente Luz
    Renato Dente Luz
    7 artigos científicos
  • Leonel Domingues Deusdado
    Leonel Domingues Deusdado
    2 artigos científicos
  • Elielson Sales
    Elielson Sales
    9 artigos científicos
  • Terezinha Nunes
    Terezinha Nunes
    5 artigos científicos
  • Luiz Albérico Barbosa Falcão
    Luiz Albérico Barbosa Falcão
    4 artigos científicos
  • Zilda Maria Gesueli
    Zilda Maria Gesueli
    4 artigos científicos
  • Susana Rebelo
    Susana Rebelo
    3 artigos científicos
  •